A Ambev, maior cervejaria da America Latina, assinou contrato com quatro diferentes empresas para a construção de 31 usinas solares, que deverão iniciar suas operações até março do próximo ano, com capacidade para abastecer todos os 94 centros de distribuição da cervejaria no país.

O movimento faz parte de um esforço global da matriz, ABInBev, de ter 100% do seu consumo em energia elétrica, em todas as operações no mundo, provenientes de fontes renováveis até 2025.

Além da energia solar, a cervejaria já havia realizado outra parceria para redução dos impactos ambientais, aliando-se à alemã Volkswagen Caminhões e Ônibus para adicionar 1.600 caminhões elétricos à frota de seus 20 operadores logísticos até 2023.

Com este acordo de implantação das usinas de energia solar, a Ambev investirá cerca de 140 milhões de reais diluídos em 10 anos, funcionando este acordo como uma espécie de aluguel, que no término do contrato as usinas passam a ser efetivamente da Cervejaria.

Com um total de 50 mil painéis solares, as usinas devem gerar 2.600 megawatts-hora (MWh) por mês, evitando a emissão de 2.900 toneladas de dióxido de carbono anualmente.

Numa comparação simplificada, esta geração, seria suficiente para abastecer cerca de 15 mil residencias e garantir grandes benefícios ambientais.

O sistema de operação das usinas segue o mesmo modelo já utilizado em pequenas industrias, comércios e residencias, a geração distribuída, que vem ganhando popularidade no Brasil como uma alternativa para fomentar fontes renováveis de energia e gerar uma boa economia nas contas de luz. Mais recentemente, a agência reguladora Aneel abriu uma consulta pública sobre uma proposta preliminar de alteração nas regras do modelo de negócio a partir de 2020. A expectativa é de que uma decisão seja tomada até o fim deste ano.

O investimento recente em usinas solares no Brasil surge poucas semanas após a subsidiária brasileira da rival Heineken anunciar investimento de 40 milhões de reais em um parque eólico em Acaraú, no Ceará, que produzirá energia suficiente para abastecer cerca de 30 por cento do consumo das 15 cervejarias da marca no país.

Fonte: Época Negócios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: